domingo, 27 de fevereiro de 2011

Na Minha Caixa de Correio #9


Na Minha Caixa de Correio é um meme hospedado no blog The Story Siren, onde mostro todos os livros que chegaram para mim durante a semana.



Eu fiquei um tempinho sem postar essa coluna porque eu não estava recebendo muitas coisas ultimamente, devido principalmente à pilha de livros que eu tenho que ler. Como eu não gosto de demorar muito para postar uma resenha de um parceiro, eu parei de fazer parcerias por um tempo. :P Enfim, vamos ver o que chegou durante esse tempo?

Um Peixe de Calças Jeans e Outras Histórias Para Unir — Allan Pitz


O primeiro livro que chegou foi este, que já tem resenha aqui no blog. Recebi o livro de parceria, com o autor Allan Pitz. O livro é infantil e possui alguns contos sobre bullying.

Pobre Não Tem Sorte — Leila Rego


O outro livro que chegou foi este, também de parceria. A autora enviou junto com o livro um marcador autografado e uma régua de humor! O livro é um chick-lit brasileiro, e eu estou morrendo de vontade de começar a ler. Em breve resenha aqui no blog.


O Mestre dos Dragões Vermelhos – O Império — Alexandra Jahnel


Este livro também é de parceria e recebi da autora parceira do blog Alexandra Jahnel. Eu simplesmente adoro essa capa e logo-logo vou ler o livro.

Sushi — Marian Keyes


E por último, mas não menos importante: Sushi! Já li os dois primeiros livros da autora e são extremamente divertidos. Este foi o último livro da autora lançado aqui no brasil na edição best-bolso. Em breve resenha também! :D



Por hoje é só, até a próxima Na Minha Caixa de Correio e não deixem de participar da Super Promoção de Carnaval! Corre que ta acabando, hein!

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Acompanhe suas encomendas pelo Twitter!

Se você compra seus livros (ou qualquer outra coisa pelo correio), sabe que é muito importante termos o código de rastreamento para estar à par da localização de nossas encomendas. Justamente por isso a ferramenta TwitCorreio foi criada: com ela você só precisa informar o código de rastreamento da sua encomenda e depois começar a receber informações sobre a sua encomenda direto em seu Twitter.

twitco

A cada atualização feita pelos Correios você recebe um tweet com um link para conferir onde sua encomenda está. O sistema é perfeito para quem compra no exterior, por exemplo.

E ai, o que achou da ferramenta? Agora você não vai precisar ir atrás da localização das suas encomendas, ela virá até você! Para acompanhar suas encomendas clique aqui!

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

O maior título de livro do mundo tem 1,433 letras!

Para você, o que é um título grande? Mais de quatro palavras? Cinco? Às vezes a gente se depara com títulos mais avantajados e realmente é difícil de decorar ou até mesmo falar para um amigo, se for o caso. Pegamos o caso de Harry Potter, cada volume da série possui um título enorme. Mas quem nunca substituiu Harry Potter e o Enigma do Príncipe por simplesmente HP6?!


libro


Título: Per favore dite a mia madre che faccio il pubblicitario lei pensa che sono un pierre e che quindi regalo manciate di free entry e consumazioni gratis a chi mi pare, rido coi vips, i calciatori le veline e le giornaliste, leggo Novella e mi fotografano i paparazzi, entro neI privé saltando la coda, bevo senza pagare, sono ghiotto di tartine e gin tonic, ho la casa piena di oggetti di design, conosco Paris Hilton, Tom Ford ed Emilio

O Guiness Book (ou Livro dos Recordes) registrou em 2007 o maior o título de livro do mundo! Ele foi escrito pelo autor Davide Ciliberti, na Itália em julho do mesmo ano. O livro possui 1,433 letras e 290 palavras! 290 pa-la-vras! Como vocês podem ver na capa, nem sinopse tem, mas com esse título nem precisa né?!

domingo, 20 de fevereiro de 2011

[Resenha] Um Peixe de Calças Jeans, de Allan Pitz

Lançamento: 2010
Autor: Allan Pitz
Editora: Livro Novo
Gênero: Infantojuvenil
Avaliação: Ótimo
Páginas: 28

O livro é o mais novo do autor Allan Pitz, o mesmo autor de A Morte do Cozinheiro. É um livro basicamente voltado para o público infantil e tem uma temática bem interessante: o bullying! O autor me enviou como um presente, depois de eu, zoiudo e curioso como sou, disse para o autor de adoraria conhecer o famoso peixe de calças jeans! Ele não está pedindo uma resenha e tudo mais, mas eu gostei e precisava falar sobre esse livro.

É mais ou menos assim: são 5 contos bem pequenininhos e algumas explicações de como utilizar o livro no aprendizado das crianças sobre o bullying, baseado nas teorias de Joseph Murphy.

Eu gostei muito mesmo das estórias, que são leves, divertidas e acima de tudo: trazem subliminarmente mensagens para as crianças (e até para nós, por que não?) sobre o respeito das diferenças. O ponto fraco do livro? É pequeno (mas os livro é voltado para crianças, então isso é um ponto fraco para mim, ok? rs)! Eu juro que eu passaria horas e horas lendo os contos do Allan.

No final de cada conto eu ficava meio que ‘Nossa, que demais!’. Enfim, se você tem filhos, netos, sobrinhos… Dê a eles de presente (ou leia para eles) Um Peixe de Calças Jeans, é uma daquelas leituras que além de divertir traz uma mensagem maravilhosa e positiva!

Eu dei a classificação de 5 estrelas em relação àquilo que eu esperava do livro e também pelo fato de que eu acho que ele realmente pode ajudar ajudar as crianças a entender melhor que nem todos são iguais, mas podemos conviver respeitando as diferenças!

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

[Resenha] O Rei e o Camaleão, de C. N. David

Lançamento: 2006
Autor: C. N. David
Editora: Independente
Gênero: Infantojuvenil
Avaliação: Muito bom
Páginas: 120

No livro "O Rei e o Camaleão" são apresentadas dois contos aparentemente distintos. O primeiro (O Monge Rei) se passa em Fangot, um reino medieval, e conta a história do rei Petrus que foi exilado por Solano e ficou em um retiro sem memória por 5 anos sem saber quem realmente era. Enquanto Solano controlava seu reino e estava prestes a se casar com Litara, sua esposa.

Nesta parte do livro, a ação é o ponto alto. Ficamos curiosos a cada página, principalmente quando Petrus tem sua memória refrescada pelo mestre dos monges, que conta sua origem e quem ele realmente é. À par de tudo que está acontecendo em seu reino, Petrus está disposto a tê-lo de volta. Para saber se ele conseguiu, ou não… é só lendo. (~risada maléfica~)

Já o segundo conto (O Camaleão) é uma ficção e os ‘camaleões’ são na verdade humanos, que conseguem se transformar em qualquer outra pessoa. São 4 camaleões, entre eles, Knox que é convocado para uma missão no planeta Zara, governado por Sorbone.

Em uma medida de paz, Sorbone decidiu completar 20 anos governando Zara e depois promover uma eleição para outro presidente ser eleito pelo povo. Mas de uma hora para outra, ele decidiu que não iria cumprir sua promessa. Aí que entra Knox, que se passará por Sorbone com suas habilidades e garantirá que a eleição se cumpra. Mas não foi exatamente isso que aconteceu, ainda muita água vai rolar nesta trama…

Os dois contos possuem muito mistério e ação, escritos de uma forma simples e direta. Uma coisa que eu achei interessante, é que o livro vem com um marcador destacável na orelha, coisa que eu nunca tinha visto. O acabamento e a capa são simples, mas nada que interfira na qualidade da do livro. Quanto ao meu preferido… acho que prefiro o segundo, ‘O Camaleão’. Não desmerecendo o primeiro, claro.

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Já foram publicados 130 milhões de livros no mundo!

Afirmar com precisão quantos livros já foram publicados no mundo é impossível, afinal a cada dia novos livros são lançados. Mas o nosso querido Google de cada dia, fez uma estimativa que servirá de base para saber quantos livros terão que digitalizar em até 10 anos para o Google Books. O resultado foi nada mais nada menos que: 129.864.880 livros

Que tem uma pá de livros, a gente sabe. E que esse tanto de livros chega a quase 130 milhões a gente também sabe. Mas e a contagem? Bem, eles a fizeram juntando dados de mais de 150 catálogos, inclusive pelo ISBN. As edições diferentes, como as de capa dura e papel simples, foram contadas duas vezes. Quanto ao ISBN, eles foram retirando os esboços, mapas, áudios, vídeos, documentos governamentais até chegarem à um número apenas de livros!

Não sei se vocês conhecem o Google Books, mas ele funciona também como uma estante online, onde você adiciona seus livros. Ele ainda precisa melhorar, mas depois de todo esse empenho na contagem dos livros, podemos esperar tudo da Gigante da Internet Google!

Se você tinha o sonho de ler todos os livros do mundo, vai ter que precisar bem mais que uma vida… Haha

Fonte: O Vendedor de Livros

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Sua opinião: Você tem ciúmes dos seus livros? #1

‘Você diz’ é uma coluna semanal onde é sugerido um tema para ser discutido nos comentários baseada na coluna Com a Boca no Trombone! do blog Entre Fatos e Livros.

Vi essa coluna no blog da Pri e da Bia e gostei pra caramba, tanto que eu quis trazer para o blog também. É bem simples, eu coloco um tema para ser discutido, dou minha opinião e vocês dão suas opiniões nos comentários! Mais fácil do que tirar doce de criança! Haha. Como o tema que eu vi primeiro no blog delas e adorei foi este, eu vou mantê-lo. Vamos lá:

Você economiza seu dinheirinho o mês todo, vai lá e compra o livro que você estava esperando há tempos. Abre, cheira, abraça e coloca na sua estante para ler depois com o maior amor e carinho. Depois de ler seu amigo pede emprestado, você empresta. Quando volta (e se volta), no ano seguinte, você abre, cheira, espirra e nem tem coragem de abraçar.

Quem nunca passou por isso que atire o primeiro marcador de páginas! Como bookaholics, nós ficamos loucos quando acidentalmente alguma coisa acontece com nossos livros. Eu percebi isso quando amassei sem querer umas páginas de um livro meu e fiquei me sentindo mal pelo resto do dia… sério! Haha. Sim, eu tenho ciúmes dos meus livros, assumo. Mas isso é normal. E você, sente ciúme dos seus livros? Costuma emprestar? Já teve alguma história triste como aquela ali de cima? Deixe a sua opinião nos comentários!

[Sua Estante] Kellen Baesso

1. Qual foi o primeiro livro da sua coleção e desde quando você começou a montá-la?

Nossa, o primeiro livro? O primeiro desde que decidi ter muitos foi Harry Potter e a Câmara Secreta, como eu já tinha assistido ao primeiro filme, comecei logo do segundo livro. Doida. Mas o primeiro que eu lembro de ter comprado foi Um Bairro Encantado, li na quinta ou sexta série e tenho até hoje em casa.

2. Qual o livro que você ficou mais feliz ao chegar em sua estante? Por quê?

Fico feliz sempre que os livros chegam. Uma felicidade que se pode ver nos olhos. Acho que ter minha felicidade maior foi ter completado a coleção Harry Potter. A primeira que completei. Depois, cada um teve seu espaço especial. O primeiro de jornalismo que comprei também foi muito importante pra mim.

images

3. Quantos livros têm na sua estante e como você os organiza?

De acordo com o Skoob tenho 110 livros, mas ontem chegaram mais quatro, então 114. Tenho alguns que não estão cadastrados lá, mas a base é essa. Vou organizando por autor. Todos os livros do Harry, da J.K. na verdade, depois Stephenie Meyer, e assim vai. Os do mesmo autor ficam juntos.

4. Tem algum livro da sua estante que a fez chorar muito? E o que a fez rir muito?

O que me fez chorar muito foi A Menina Que Roubava Livros, cheguei a soluçar e dar um baita susto no meu marido que assistia uma partida de futebol na televisão. Lembrando agora, foi muito engraçado. E o que mais me fez rir, com certeza absoluta, foi Cotoco. Um livro excelente.

5. Se você fosse um dos personagens de algum livro da sua estante, qual seria?

Ai, essa é difícil. Acho que gostaria de ter uma qualidade de cada personagem. Mas se fosse para escolher uma só eu seria Hermione Granger. Admiro muito a personagem. Nossa, como citei Harry Potter, né? Hehe

Fiquei babando nos livros da Kellen, ela contou que improvisou uma estante na sua casa nova até arrumar uma definitiva. Você pode encontrá-la em seu blog, o Tudo O Que Me Interessa e ela também está no Twitter! E você, o que achou dos livros da Kellen? Também embala os seus para não pegar poeira? Comente.

domingo, 13 de fevereiro de 2011

[Resenha] A Batalha do Apocalipse, de Eduardo Spohr

Lançamento: 2010
Autor: Eduardo Spohr
Editora: Verus
Gênero: Romance Fantástico
Avaliação: Ótimo
Páginas: 588

Apesar da estória ter lutas, batalhas e muita ação; o enredo é envolvido direta ou indiretamente com o romance dos personagens principais: Ablon, o Anjo Renegado e Shamira, a Feiticeira de En-dor.

O tamanho do livro, pode assustar. São 586 páginas e se não apoiarmos em algum lugar… coitados dos nossos braços! Falo isso porque as folhas também são mais grossas, pelo que eu pude notar. Coloquei o livro do lado de outro de 704 páginas versão simples, e os livros são da mesma espessura. Enfim, o acabamento é impecável a letras da capa são em alto relevo. Aliás, a capa linda! É daqueles livros que dá até gosto de comprar para ficar olhando, rs.

A escrita é simples, poucas palavras desconhecidas são empregadas, porém que o autor coloca vários detalhes históricos, que fez eu me perder um pouquinho. Se por um lado não é tão bom, por outro, a gente aprende muita coisa legal sobre a época. O autor relata vários detalhes sobre por exemplo, a arquitetura, com bastante facilidade. Como se fosse hoje em dia.

Os nomes no começa são um pouco difíceis de decorar; pra falar a verdade, até no decorrer do livro às vezes eu me esquecia. Ainda bem que tem um glossário e uma linha do tempo no fim do livro para não nos perdermos. Ainda não sei se gostei ou não dos flashbacks porque apesar de ser um pouco confuso ficar indo e voltando no tempo, a gente nem percebia enquanto lia, porque eram realmente grandes e tinham bastante ação! Pra falar a verdade, todo o livro tem muita ação, é de perder o fôlego. A leitura é um pouco demorada, mas é ótima e dá orgulho de ver um livro com essa qualidade e saber que é brasileiro! Eu poderia ficar aqui falando muito mais, mas acho que tudo isso que disse se resume na minha opinião sobre esse sucesso da literatura brasileira da atualidade! Com certeza, recomendo.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

O rap dos bookaholics: I’m Reading a Book

Mês passado, o Youtuber Julian Smith que faz vídeos humorísticos para ser canal no Youtube, publicou um vídeo onde ele é um bad boy diferente: no vídeo, ele ODEIA que o interrompam enquanto está lendo e faz coisas não tão boas para conseguir seus livros, rs.

É um vídeo humorístico que eu carinhosamente chamei de ‘rap dos bookaholics’; não que a gente faça o mesmo que ele, mas dá vontade de cantar o refrão quando alguém nos interrompe, né?! Haha.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=BuRuwR2JSXI&fs=1&hl=pt_BR&rel=0]

Para quem não entendeu bulhufas, eu fiz uma tradução para vocês terem mais ou menos uma noção. Se quiser cantar junto ou ver se eu traduzi direitinho, clique aqui para ver a letra original. No vídeo tem rimas, mas obviamente não deu de rimar na tradução, né! rs

Em casa

sentado no meu canto

Minha mulher tenta me fazer comer o almoço que fez

Estou lendo um livro, gata

Estou lendo um livro

nunca me interrompa enquanto estiver lendo um livro

 

No acostamento

eu tenho que parar

Policiais tentam me prender, abaixo meu vidro

Estou lendo um livro, policial

Estou lendo um livro

nunca me interrompa enquanto estiver lendo um livro

 

Por que toda essa gente sempre me interrompe

O que eu posso tentar fazer para eles verem

(Nunca me interrompa enquanto estiver lendo um livro)

Estou lendo um livro, estou lendo um livro

nunca me interrompo enquanto estiver lendo um livro

(Nunca me interrompa enquanto estiver lendo um livro)

Estou lendo um livro, estou lendo um livro

nunca me interrompo enquanto estiver lendo um livro

 

Estou na livraria, onde me chamam de pilantra

Só porque meus livros nunca foram pagos

Eu os tiro da estante

e se alguém olha eu digo

Estou lendo um livro, cara

Estou lendo um livro

 

Em uma festa estúpida de alguma criança estúpida

eu pego os livros de presente

Que eram para ser do aniversariante

Agora eu vou saber o que aconteceu com o Capitão Gancho

Porque estou lendo seu livro, pirralho

Estou lendo seu livro

Por que toda essa gente sempre me interrompe

O que eu posso tentar fazer para eles verem

(Nunca me interrompa enquanto estiver lendo um livro)

Estou lendo um livro, estou lendo um livro

nunca me interrompa enquanto estiver lendo um livro

 

Se você já me interrompeu

pode apostar que vai ver

meu lado mau, meu lado mau, meu lado meu

Estou lendo um livro, estou lendo um livro

nunca me interrompa enquanto estiver lendo um livro

(Nunca me interrompa enquanto estiver lendo um livro)

Estou lendo um livro, estou lendo um livro

nunca me interrompa enquanto estiver lendo um livro

(Nunca me interrompa enquanto estiver lendo um livro)

Estou lendo um livro, estou lendo um livro

Nunca me inte…

(Gaita)

Toda quarta-feira, aqui no Minha Estante você encontra uma postagem humorística relacionada à livros. Tem uma ideia para a próxima postagem? Envie para: contanto@minhaestante.com

Fonte: Livros e Pessoas